Home Curriculo Contato Convênios Hospitais
Home
Curriculo
Contato
Convênios
Hospitais
Doenças
Dúvidas Comuns
Links Recomendados
Artigos Anteriores

O aumento do diagnóstico em fases mais precoces, pelo avanço dos métodos de imagem, não tem se acompanhado de uma redução nas taxas de mortalidade.

Cerca de 60% das neoplasias renais são descobertas incidentalmente pela realização de exames de imagem. A tríade clássica de dor, hematúria e massa ocorrem em menos de 10% dos casos, no entanto são muitas as manifestações possíveis em decorrência de metástases (20% dos casos presentes ao diagnóstico) e síndromes paraneoplásicas (presentes em 40% dos casos).

Os carcinomas de células claras constituem 80% dos tipos histológicos, os papilares ocorrem em 10%, cromófobos em 8%, enquanto os restantes são tipos mais raros.

A investigação radiológica principal é feita com Tomografia Computadorizada de abdome com contraste. Ressonância Nuclear Magnética pode ser uma boa alternativa em casos de alergia ao contraste ou suspeita de extensão venosa tumoral. A tomografia de tórax é o melhor exame para avaliar doença metastática pulmonar, sendo o raio-x de tórax considerado de avaliação mínima.

O tratamento universal é a cirurgia, apenas 15 % dos tumores menores de quatro cm mostram-se benignos após a operação. A nefrectomia radical está indicada em pacientes com rim contralateral normal, na impossibilidade de ressecção parcial com margens livres. Costuma ser priorizada em lesões maiores de quatro cm devido a maior associação de tumores multicêntricos no mesmo rim.

Podem-se utilizar diferentes formas de acesso, abertas ou por laparoscopia.

Home | Curriculo | Contato | Convênios | Hospitais
Site Map